fbpx

Dificuldades na aprendizagem podem estar relacionadas a problemas auditivos

Ter uma boa audição para compreender bem a fala do professor é importante, tanto em sala de aula quanto em ambiente virtual.

Na aprendizagem da escrita, por exemplo, ouvir bem, de forma clara e precisa, vai possibilitar que a criança faça a associação correta dos sons da fala (fonemas) às letras (grafemas).

Perdas auditivas, principalmente as leves, podem passar desapercebidas e acabar prejudicando a aprendizagem de crianças e adolescentes. Exames auditivos periódicos são importantes para identificar possíveis perdas auditivas e direcionar os tratamentos necessários.

Além das perdas auditivas, existem casos em que a pessoa consegue ouvir o som mas sente dificuldade em entender o que ouviu. Nestes casos, a dificuldade auditiva pode não ser identificada na avaliação audiológica básica (exames como audiometria e imitanciometria), sendo muitas vezes necessário realizar uma avaliação mais específica para saber como o cérebro está processando os diferentes tipos de sons (avaliação do processamento auditivo).

Veja alguns sinais apresentados por pessoas com dificuldades auditivas:

  • Atraso ou dificuldade na aprendizagem da fala;
  • Dificuldade em entender mensagens faladas;
  • Hábito de aumentar o volume de aparelhos eletrônicos (TV, celular, etc.);
  • Apresenta respostas que não correspondem ao que foi perguntado;
  • Dificuldade em entender conversas em um ambiente ruidoso.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria: “Sempre que um escolar apresentar transtorno da aprendizagem deve ser incluída na bateria de exames uma avaliação da audição e do processamento auditivo, antes que se inicie qualquer tipo de atendimento. Quando identificamos a causa, a terapia específica para o problema é muito mais rápida e eficaz.”

Caso haja suspeita de dificuldade auditiva, um audiologista (fonoaudiólogo com formação especializada em audiologia) poderá auxiliá-lo. Pois este profissional é capacitado para realizar exames audiológicos, orientar sobre possíveis condutas e realizar treinamento auditivo formal. O audiologista também poderá fazer encaminhamentos para outros profissionais quando houver necessidade.

As alterações auditivas, quando diagnosticadas e tratadas adequadamente, podem evitar ou minimizar danos em relação à aprendizagem de crianças e adolescentes.

Thaís Regina Monteiro

Fonoaudióloga
CRFa. 2-13835

• Fonoaudióloga USP
• Mestre em Ciências da Reabilitação USP
• Atuação em audiologia clínica e processamento auditivo central
• Atuação em educação especial (alunos surdos)

Compartilhe

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
E-mail
Share on print
IMprimir

Leia mais

O que são as funções executivas?

Toda criança adquire conhecimento através de uma série de funções cognitivas, como memória, linguagem, atenção, percepção e as funções executivas. Cada uma delas é responsável por processar informações específicas, mas todas se interrelacionam de alguma maneira.

Ler agora »